Tema da redação do Enem 2021 é ‘Invisibilidade e registro civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil’

0
15


Além do texto, alunos de todo o país precisarão responder questões de ciências humanas e linguagens; provas serão aplicadas até 19h no horário de Brasília

ADAILTON DAMASCENO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOCandidatos precisarão fazer redação, prova de linguagens e de ciências humanas

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, divulgou neste domingo, 21, o tema da redação da edição 2021 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Neste ano, os inscritos deverão fazer um texto sobre “Invisibilidade e registro civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil”. Os portões abriram às 12h e fecharam às 13h e a prova, iniciada pontualmente às 13h30, poderá ser feita até 19h no horário de Brasília. Ao todo, 3,1 milhões de pessoas se inscreveram no exame, um dos menores números de adesão nos últimos anos. Neste domingo, além da redação, elas precisarão responder questões de linguagens e ciências humanas. Assim como em 2020, o Enem 2021 terá regras especiais por conta da pandemia. O uso de máscara facial será obrigatório nos locais de aplicação e participantes contaminados com a Covid-19 ou com outras doenças infectocontagiosas não devem comparecer à prova, podendo solicitar reaplicação. O descumprimento das regras poderá levar à eliminação do candidato.

Além da máscara de proteção facial, é obrigatório levar documento de identificação original, com foto. Documentos digitais não são aceitos. Entre as identificações permitidas estão a Carteira de Identidade, a Carteira Nacional de Habilitação, o passaporte e a Carteira de Trabalho emitida após 27 de janeiro de 1997. Outro item obrigatório é a caneta esferográfica de tinta preta fabricada em material transparente. Ela é necessária para preencher o cartão de respostas no Enem impresso e para escrever a redação tanto no Enem impresso quanto no Enem digital. É recomendado ainda que os participantes levem lanche e água, já que a prova tem uma duração longa. Na noite deste sábado, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, divulgou um vídeo nas redes sociais lembrando da aplicação da prova para os alunos. “Não esqueça do horário, o horário é o horário oficial de Brasília. Deus abençoe e um grande abraço a todos”, diz trecho da fala do representante da pasta.





Source link

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui