Senador fala em perseguição de subprocurador contra Moro: ‘Abuso de autoridade’

0
35


Lucas Rocha Furtado, do TCU, solicitou a indisponibilidade de bens do ex-ministro em investigação de sonegação de impostos; Lasier Martins fala em ‘artilharia de acusações e ofensas’

Cláudio Reis/Enquadrar/Estadão Conteúdo – 25/11/2021Lasier Costa Martins defende ‘vida íntegra’ do ex-juiz: ‘Grande herói no combate à corrupção’

Senadores do Podemos solicitaram à Procuradoria-Geral da República (PGR) uma investigação sobre suposto abuso de autoridade por parte do subprocurador-geral Lucas Rocha Furtado, do Ministério Público Federal junto ao Tribunal de Contas da União (TCU), contra o ex-juiz Sergio Moro. A representação acontece após Furtado solicitar ao ministro Bruno Dantas a indisponibilidade de bens do ex-ministro da Justiça para auxiliar na apuração sobre sonegação de impostos referentes a pagamentos recebidos da consultoria Alvarez & Marsal. Na visão dos parlamentares, no entanto, o pedido caracteriza abuso de autoridade. “Uma verdadeira perseguição, uma artilharia de acusações e ofensas sobre um homem que tem uma vida íntegra, o grande herói no combate à corrupção no Brasil”, disse o senador Lasier Costa Martins durante entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan News.

“Investigue abuso de autoridade por parte desse subprocurador, que está acusando coisas levianas contra o nosso candidato à presidência da república. Entendemos que se trata de alguém que tem simpatia por alguma das candidaturas que tem liderança nas pesquisas”, completou o parlamentar, que vê a situação já esboçando o cenário das eleições presidenciais deste ano. “Prevemos uma campanha extremamente dura e talvez, como já se esboça, de muito baixo nível de acusações entre vários candidatos.” Lasier Martins também defendeu a candidatura do ex-juiz à presidência da República. O senador citou programa de combate à miséria, busca de igualdade entre os brasileiros é prioridade para aspectos econômicos como alguns dos principais pontos do candidato, além do compromisso com o combate à corrupção.

“Ele é um idealista, um patriota. Desde que trabalhou como juiz ele procurou combater a corrupção. Tinha a esperança de por meio do Ministério da Justiça levar um trabalho mais amplo, mas houve uma traição e agora como candidato tem esses ataques”, acrescentou. Questionado sobre apoio no Congresso Nacional, o senador reconheceu que Sergio Moro pode enfrentar dificuldades com o Legislativo, mas disse acreditar em uma renovação política. “O Congresso que temos está viciado na velha e péssima política. Talvez, por estar sofrendo tanto, o povo se dê conta que tem que examinar melhor. Sem mudar o Congresso vai ser muito difícil governar, mas tem que enfrentar”.





Source link

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui