Rio de Janeiro registra cinco mortes pelo vírus da gripe em 2021

0
68


No ano passado, apenas um óbito pela doença foi confirmado no Estado; em 2019, foram três vítimas

DANIELA SEGADILHA/ZIMEL PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOEstimativas não confirmadas apontam, no entanto, que o número de mortes pode ser bem maior

A epidemia de gripe que atinge o Rio de Janeiro já matou mais pessoas em 2021 do que nos dois anos anteriores. Segundo a secretaria estadual de Saúde, ao menos cinco óbitos causados pelo vírus influenza já foram confirmados em 2021. Estimativas não confirmadas apontam, no entanto, que o número pode ser bem maior, com pelo menos 19 pessoas pela doença na capital fluminense em razão da variante H3N2, sendo 14 delas entre o mês de novembro e dezembro deste ano. No ano passado, foi registrada uma morte, enquanto em 2019 foram duas vítimas. O secretário estadual de Saúde, Alexandre Chieppe, diz que não é motivo para pânico, mas a população deve se proteger.

“Estamos fora da época de transmissão desse vírus, então é uma transmissão atípica. Cabe às pessoas redobrarem os cuidados de prevenção, uma vez que o vírus influenza é transmitido da mesma forma que o vírus da Covid-19. Existem medicamentos para pessoas com complicações, por isso, apesar da alta demanda da unidades de urgência e emergência, ainda é preciso que as pessoas procurem as unidades para que se beneficiem do tratamento. Não é motivo para pânico, é momento de alerta”, afirmou. Nas últimas horas, chegaram no Rio de Janeiro mais de 52 mil doses de vacinas doadas pelo governo de Minas Gerais. Espírito Santo, Roraima e São Paulo também fizeram doações para a capital fluminense e o Estado fluminense.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga





Source link