Prefeitura de SP vai aplicar nesta terça vacina da Pfizer em quem tomou dose única da Janssen

0
142


Anúncio foi feito pela Secretaria Municipal de Saúde da capital paulista, que pretende completar o ciclo vacinal das mais de 300 mil pessoas que receberam o imunizante da Johnson & Johnson

Kevin David/A7 Press/Estadão Conteúdo – Documento técnico do governo de São Paulo permite a utilização do imunizante da Pfizer em caso de indisponibilidade de doses da Janssen

Pessoas que receberam a vacina da Janssen contra a Covid-19 começarão a receber a segunda dose da vacina da Pfizer para completar o ciclo vacinal. A medida foi anunciada pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) da cidade de São Paulo nesta segunda-feira, 29, após uma reunião com o secretário Edson Aparecido, com a equipe da pasta e diretores de hospitais da capital paulista. A aplicação começará já nesta terça-feira, 29. Segundo a SMS, a descoberta da variante Ômicron pode acelerar a vacinação e concluir o ciclo vacinal das mais de 300 mil pessoas que receberam a dose única da Janssen. “A intercambialidade segue documento técnico do governo de São Paulo, que permite a utilização do imunizante da Pfizer em caso de indisponibilidade de doses da Janssen”, esclareceu a SMS.

Além disso, a secretaria também definiu que não é mais obrigatório apresentar um comprovante de residência na cidade de São Paulo, permitindo que qualquer pessoa possa se imunizar em postos da capital paulista, independentemente de seu endereço. “Com o alto índice de imunização para primeira e segunda doses na capital e para fortalecer a vacinação nacional, qualquer pessoa pode se apresentar para receber o imunizante”, informou a SMS. Por fim, a pasta também esclareceu que os possíveis casos da variante Ômicron do coronavírus terão como referência o Hospital Municipal Tide Setúbal, na Zona Leste, além do Hospital Geral Guaianazes, administrado pelo governo do Estado.





Source link