Policial civil do DF é presa por quebrar ordem de restrição, perseguir e esfaquear ex-namorado

0
188


Homem sofreu apenas ferimentos leves; outros três que se relacionaram com ela fizeram denúncias parecidas

Reprodução / InstagramPolicial é presa por quebrar ordem de restrição ao ex-namorado

A policial civil do Distrito Federal Rafaela Luciene Motta Ferreira, de 40 anos, foi presa pela nesta quinta, 2, por descumprir ordem restritiva e se aproximar de um ex-namorado. O pedido foi feito pela corregedoria da Polícia Civil e aceito pela Justiça, e Ferreira foi detida nesta madrugada, na casa de parentes. Ela somente concordou em ir para a prisão após a chegada dos seus advogados. No último domingo, 28, Rafaele teria furado os pneus dos carros de um homem com quem se relacionou e também o esfaqueado. Ela já passou por audiência de custódia, que determinou a prisão preventiva, e será encaminhada para o presídio feminino de Colmeia. Ferreira, que estava afastada da corporação em licença médica, teve as armas recolhidas.

Rafaela estava proibida por ordem judicial de se aproximar do ex-namorado, mas esteve no endereço dele, na Asa Norte de Brasília. Ela furou o pneu de dois carros da vítima, até o homem notar o que estava acontecendo e descer até o estacionamento. Ele teria derrubado a policial no chão e levado duas facadas e uma mordida, que causaram ferimentos leves, mas conseguiu contê-la até a chegada da Polícia Militar. Em depoimento, ela contou que “passou ocasionalmente pela rua do ex-namorado e que o homem correu e pulou em cima dela”. De acordo com Rafaela, ele se machucou com um canivete ao tentar agredi-la. A policial também nega ter furado os pneus dos carros da vítima. O caso é investigado como lesão corporal e dano. Outros três ex-namorados de Rafaela já a denunciaram por persegui-los e faze-los se sentirem ameaçados, e ela chegou a ficar 21 dias presa preventivamente em agosto de 2021, após invadir a corregedoria da Polícia Civil, onde um dos ex dava depoimento. Ela assinou um termo circunstanciado e foi solta na ocasião.





Source link