Mancha Verde critica Abel após derrota do Palmeiras para o São Paulo: ‘Clássico é história’

0
7


‘Era a chance de deixar um rival prepotente e arrogante em uma situação complicada, ainda mais depois de perder o Paulista de forma covarde, tirando-os da fila’, diz um trecho do texto divulgado pela organizada do Verdão

MARCELLO ZAMBRANA/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDOAbel Ferreira foi duramente criticado após a derrota do Palmeiras para o São Paulo

A Mancha Alvi Verde, uma das maiores torcidas organizadas do Palmeiras, publicou um manifesto, na madrugada desta quinta-feira, 18, para criticar o treinador Abel Ferreira após a derrota diante do São Paulo, em pleno Allianz Parque, pela 33ª rodada do Brasileirão. No texto, a uniformizada questiona a estratégia do técnico, que preferiu preservar os titulares, já pensando na final da Copa Libertadores da América, marcada para 27 de novembro, diante do Flamengo, em Montevidéu. Para os torcedores, a atuação da equipe palmeirense no Choque-Rei foi uma “vergonha”.

“O Abel precisa ler a história da rivalidade contra o time do Morumbi e entender que é ÓDIO o que sentimos por eles. Era a chance de deixar um rival prepotente e arrogante em uma situação complicada, ainda mais depois de perder o Paulista de forma covarde, tirando-os da fila”, diz um trecho do manifesto. Abel, apoiamos o Palmeiras até o apito final. Nunca mais vire as costas e abandone o time que você escalou antes do término da partida. Só pra finalizar: nem dá para comentar a partida de hoje, não jogamos nada. Hoje nem vamos perguntar o que vocês acharam do jogo. Todos concordam que foi uma VERGONHA!”, conclui o texto, que também dirige críticas ao atacante Luiz Adriano, vaiado ao sair de campo diante do São Paulo.

Abel Ferreira, no entanto, afirmou que “tem um plano”, justificando a opção por escalar uma equipe repleta de reservas. “Tem que acreditar o que estamos a fazer. Há um ano ninguém tinha esperança nesta equipe e ganhamos dois grandes títulos, quando não davam nada por estes jogadores. Vou voltar a referir a todos: temos um plano, ou melhor, eu tenho um plano com meus jogadores e vamos segui-lo até o fim, aconteça o que acontecer”, disse o português, em entrevista coletiva logo após o clássico.

Leia o manifesto na íntegra abaixo:





Source link

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui