Líder de movimento contra imunização na Itália decide se vacinar após sobreviver à Covid-19

0
52


Lorenzo Damiano passou o mês de novembro internado e precisou de suporte de oxigênio; ele foi submetido a uma terapia com anticorpos monoclonais e se recuperou da doença

Lorenzo Damiano/Facebook/Reprodução de vídeoLorenzo Damiano ficou conhecido por liderar movimentos contra exigência de passaporte da vacina

Um dos principais rostos no movimento contra passaporte sanitário na Europa, o italiano Lorenzo Damiano, que criticava a “ditadura da saúde” no país e chegou a se candidatar às eleições municipais da comuna de Conegliano pelo movimento negacionista Nuremberg 2, deu declarações a uma TV italiana na última terça-feira, 30, afirmando que mudou de ideia e vai se vacinar após sobreviver à Covid-19. O homem de 56 anos teria testado positivo para a doença no começo de novembro após participar de uma peregrinação contra a vacina e precisou passar por cuidados intensivos e receber auxílio de oxigênio por semanas até receber alta. “Por vezes é preciso passar pelo pior para compreender as coisas como elas são. Agradeço aos médicos que cuidaram de mim. Fui submetido a uma terapia com anticorpos monoclonais e, assim que puder, receberei a vacina”, declarou ao canal Antennatre.





Source link

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui