Governo federal prepara ação contra garimpo ilegal no rio Madeira

0
10


Dezenas de embarcações ocupam o afluente do Amazonas em busca de jazidas de ouro; Ibama, PF e Marinha devem participar de operação

Reprodução/Twitter @fernandapsolBoato de que ouro teria sido encontrado no rio teria levado garimpeiros até lá

Órgãos do governo federal como o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e a Polícia Federal (PF) preparam uma ação para ser deflagrada nos próximos dias contra a atuação ilegal de garimpeiros que ocupam o rio Madeira, perto do município de Autazes, no Amazonas, que fica a 100 quilômetros de Manaus. Segundo o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, a Marinha também participará da operação. Segundo o Ibama, a ação está em fase de planejamento, enquanto a PF afirma que “estabelecerá as melhores estratégias” para o enfrentar o problema e interromper os danos ambientais” decorrentes “das atividades ilícitas que estão ocorrendo no Rio Madeira, no Amazonas”.

Nos últimos dias, inúmeros barcos, balsas, empurradores e outros equipamentos usados para tentar extrair ouro da água foram levados pelos garimpeiros até o rio Madeira, um dos maiores afluentes do Amazonas, após um boato de que o metal precioso teria sido encontrado no leito se espalhar. Imagens feitas por moradores da região e divulgadas pelas redes sociais, demonstram que, em um curto espaço de tempo, centenas de embarcações se concentraram próximas à comunidade do Rosarinho, em Autazes, formando como que um bairro flutuante. Nesta quinta, 25, o Ministério Público Federal (MPF) pediu ações de diversos órgãos federais e estaduais para lidar com a situação.





Source link

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui