‘Gatinha da Cracolândia’ nega em audiência ser dona de droga encontrada pela Polícia

0
9


Jovem de 19 anos teria barraca de tráfico na região central de São Paulo, segundo a Polícia; moça diz ter sido ameaçada e coagida

Lo Bauer/Instagram/Montagem de fotosLorraine foi presa por tráfico de drogas em São Paulo em julho

A Justiça de São Paulo realizou na tarde desta sexta, 19, a primeira audiência referente a um processo contra Lorraine Cutier Bauer Romeiro, de 19 anos, conhecida como ‘Gatinha da Cracolândia‘, acusada pelo crime de tráfico de drogas e que está presa desde o dia 22 de julho. Segundo a Polícia, Lorraine era arrendatária de uma barraca de venda de drogas na Cracolândia, pelo qual pagava uma certa quantia à facção Primeiro Comando da Capital (PCC) para utilizar, e da qual lucrava mais de R$ 500 mil por mês. A jovem foi presa em Barueri e, na ocasião, teria indicado um local na rua Helvétia, na região central de SP, onde os policiais encontraram uma mochila com 85 porções de maconha, 295 de cocaína e oito de crack. Ainda foram localizados 97 frascos de lança-perfume e 16 comprimidos de ecstasy. Além dos entorpecentes, a polícia achou R$ 750 em dinheiro, uma balança de precisão, uma faca, um machado e um celular.

Durante a audiência, a advogada de defesa de Lorraine, Patrícia Carvalho, negou que a jovem tenha indicado o local onde as drogas foram encontradas, alegando que foi um flagrante forjado, e também disse que os entorpecentes não eram da jovem. A defesa de Lorraine alegou que a moça teria sido ameaçada e coagida por policiais, mas não confessou nesse processo específico. Tanto esse quanto outros dois processos ao qual Lorraine responde estão correndo em segredo de justiça, sendo que um desses dois também é por tráfico de drogas e o outro por associação criminosa. Ela cumpre prisão preventiva na Penitenciária Feminina de Franco da Rocha, na região metropolitana de São Paulo.





Source link

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui