Felipe Melo manda recado para Leila Pereira: ‘Não ganhou b**** nenhuma no Palmeiras’

0
68


Com a chegada de Leila Pereira no comando do clube, no entanto, o meio-campista não teve seu contrato renovado e, recentemente, acabou fechando com o Fluminense

Cesar Greco/DivulgaçãoFelipe Melo fez história com a camisa do Palmeiras ao ganhar duas vezes a Copa Libertadores da América

Felipe Melo chegou ao Palmeiras em 2017 e tornou-se ídolo da torcida ao conquistar a Copa Libertadores da América duas vezes, além de um título do Campeonato Brasileiro. Com a chegada de Leila Pereira no comando do clube, no entanto, o meio-campista não teve seu contrato renovado e, recentemente, acabou fechando com o Fluminense. Apesar de não guardar mágoas, o volante mandou um recado para a nova presidente do Alviverde na manhã desta quarta-feira, 15. Segundo o veterano, o grande responsável por faturar as taças nos últimos anos foi Maurício Galiotte, que passou o bastão para dona da Crefisa.

“Queria deixar uma sugestão, levantar uma bola para a próxima presidente do Palmeiras. Espero que ela vença. Até agora, quem foi vitorioso no clube foi o Galiotte, ela não ganhou bo*** nenhuma. Agora ela vem como presidente e a gente espera, como palmeirense, que ela também tenha a oportunidade de vencer ali”, declarou Felipe Melo em entrevista ao podcast “Palumbada Neles”. “Agora, vou falar uma coisa: ela, como parece ser uma presidente que está alinhada com a torcida, coloca a torcida do Palmeiras atrás do gol. Coloca a Mancha Verde atrás dos gols. A pressão vai ser bem maior. Não deixa a Mancha Verde jogada na ponta direita porque é uma torcida que faz barulho o jogo todo. O exemplo é Montevidéu. Não deixa jogado, bota ali pertinho para fazer pressão, ajudar. Depois que a nossa torcida voltou, olha como fez diferença”, continuou.

Felipe Melo, por fim, ainda disse que não foi procurado para prorrogar seu vínculo pelo clube.”Eu entendo que ciclos terminam e respeito a decisão deles [Palmeiras], apesar de não entender. Mas eu respeito. Eu tive uma homenagem no clube, o presidente falou palavras e eu me emocionei. Sou muito grato ao presidente porque ele abriu as portas do Palmeiras para mim. Talvez, se não fosse ele, fosse outro, não viesse a oferta para voltar ao país”, disse.”Não fui procurado em nenhum momento. Tive uma conversa com o Galiotte no gabinete dele. Foi uma conversa bem informal. Ele me perguntou quantos anos eu queria jogar. Eu falei: ‘Dois anos’. E ainda penso isso. Mas não falei que só renovaria por dois anos em nenhum momento”, acrescentou Felipe Melo.





Source link