‘Eu estou arrasado. Perdi meu amor’, diz amigo de Elza Soares  – Entretenimento

    0
    31


    Pedro Loureiro, empresário e amigo de Elza Soares, lamentou a morte da cantora. A artista, de 91 anos, estava em casa, no Rio de Janeiro, e morreu de causas naturais. Em conversa com o R7, ele reafirmou a admiração pela intérprete: “Estou em frangalhos, arrasado. Perdi o meu amor”, disse.

    O empresário contou à reportagem, em uma entrevista recente, que a cantora estava realizada pessoal e profissionalmente e dizia a amigos já ter atingido o ápice da trajetória musical. “Ela é uma mulher que conquistou tudo que precisava e tudo o que ela queria conquistar. Ela chegou no topo do topo do topo”, avaliou Pedro.

    “Elza fala que esse é o auge dela, em termos de trabalho e de vida familiar, inclusive. Fico muito satisfeito de ouvir isso, tem seis anos que estou com Elza e escutar isso dela agora, aos 91 anos, é muito gostoso”, acrescentou.

    Voz da juventude

    Elza Soares cantou “até o fim”, assim como prometido em A Mulher do Fim do Mundo. A artista, que morreu na tarde desta quinta-feira (20), estava longe de sentir o peso dos 91 anos. Em mais de 60 só de carreira na música, a cantora acumulou 85 títulos em sua discografia, 17 pinos na coluna e uma coletânea de dores e alegrias da mulher preta, filha de uma lavadeira com um operário, criada na favela de Água Santa, no subúrbio do Rio de Janeiro.

    Em entrevista ao R7, em outubro de 2019, ela foi direta ao rejeitar qualquer questionamento que a pusesse na posição de vítima da própria história (e idade), e afirmou, categórica: “Eu não envelheci ainda. O dia que envelhecer, eu falo. Continuo a mesma. A Elza viva. Com os mesmos sentidos e desejos. Seguindo a vida. A que você conheceu de salto 15 dançando e cantando no palco”.



    Source link