Declarações de Lula não resistem a um detector de mentiras, diz Jorge Serrão

0
259


Comentaristas do programa 3 em 1 analisaram a entrevista do ex-presidente a um podcast, transmitida no Youtube no mesmo horário da live semanal do presidente Jair Bolsonaro

EFE/EPA/CHRISTOPHE PETIT TESSONDurante entrevista ao podcast Podpah, Lula criticou o comportamento do presidente Jair Bolsonaro

Exibida no mesmo horário da live semanal do presidente Jair Bolsonaro (PL), a entrevista com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi a mais assistida em tempo real pela audiência do podcast PodPah, no Youtube. Lula contou sobre o início da carreira dele em meio ao Sindicato dos Metalúrgicos, sobre as personalidades que ele já teve a oportunidade de conhecer e recebeu sugestões, críticas e elogios sobre os dois mandatos dele à frente da Presidência da República. Em determinado ponto da conversa, Lula disse o que acha do atual presidente Jair Bolsonaro. “O Bolsonaro é uma anomalia política no Brasil. Não era para existir. O povo brasileiro, pela luta que já fez, não era para ter uma figura grotesca, até porque ele é grosso. […] Esse cara é grosso, não sabe respeitar o ser humano. Esse cara não gosta de negros, de LGBT, de mulheres e de sindicatos. Ele só gosta de milicos, de miliciano”, afirmou Lula durante a entrevista.

Durante o programa 3 em 1, da Jovem Pan, desta sexta-feira, 3, os comentaristas analisaram as declarações de Lula na entrevista. Para Jorge Serrão, todas as falas do ex-presidente podem ser desmentidas com fatos. “Lula não resiste em suas declarações a um detector de mentiras. Tudo que ele falou, os fatos absolutamente desmentem. Quando ele fala de ditadura assassina, na verdade, a nova República de 1985 exterminou milhões de jovens brasileiros, sobretudo negros, pobres, pardos assassinados pelo modelo do crime institucionalizado. Esse crime institucionalizado tem parcerias com vários segmentos do PT que ajudaram a eleger essa turma por vários anos. É siso que tem que ser analisado e combatido pela sociedade brasileira hoje”, analisou Serrão.

Confira o programa desta sexta-feira, 3: 





Source link