Costa Rica começa a usar ‘código QR de vacina’ no comércio

0
127


Estabelecimentos só podem receber 100% da capacidade com a exigência do código; medida opcional deve se tornar obrigatória em 2022

EVANDRO LEAL/ENQUADRAR/ESTADÃO CONTEÚDO

A Costa Rica iniciou nesta quarta-feira, 1º, o uso de um comprovante de vacinação via código QR para ampliar o acesso dos clientes ao comércio. Pela medida do governo, os estabelecimentos comerciais que queiram funcionar com 100% da capacidade de pessoas devem exigir o certificado na entrada; os locais que optarem por não solicitar o código QR só poderão operar com até 50% da capacidade total, e o limite pode ser ainda menor de acordo com a atividade de cada negócio. Estádios de futebol, por exemplo, podem receber 40% do público total com o código e 20% sem a exigência do documento digital.

O governo da Costa Rica estabeleceu o mês de dezembro como um período de transição até que o código QR se torne obrigatório em janeiro. Cerca de 91% da população acima de 12 anos do país caribenho já tomou ao menos uma dose de vacina e 76% já receberam as duas doses de imunização. Ainda assim, o governo mantém diversas medidas restritivas contra a pandemia, como um toque de recolher entre 23h e 5h e a recomendação do uso de máscaras, higienização das mãos e distanciamento social, em tentativa de manter os atuais níveis baixos de contaminação.

*Com informações da EFE.





Source link