Brasileiro que passou pela África do Sul testa positivo para a Covid-19; Anvisa acompanha o caso

0
74


Agência informou que ainda não há confirmação se existe relação com a variante Ômicron; passageiro está assintomático e cumpre isolamento social em casa

ROBERTO CASIMIRO/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDOBrasileiro testou positivo ao realizar teste no Aeroporto de Guarulhos

A Anvisa divulgou neste domingo, 28, que um brasileiro que passou pela África do Sul e desembarcou no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, no último sábado, 27, testou positivo para a Covid-19. O passageiro, que voou pela companhia Ethiopian Airlines, chegou ao Brasil assintomático e com um teste negativo para o coronavírus. Após desembarcar, um novo teste PCR foi realizado em um laboratório localizado no próprio aeroporto e o resultado deu positivo. Ainda não há confirmação se há relação com a variante Ômicron. Nesta madrugada, o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) nacional foi notificado sobre o caso e a Vigilância Epidemiológica do Município de Guarulhos também foi acionada para acompanhar o paciente de perto, uma vez que a variante Ômicron, que possivelmente teve origem na África do Sul, já está presente em quatro continentes.

Com o resultado positivo, o passageiro, que já está vacinado, foi colocado em isolamento e vai cumprir quarentena residencial. O caso será acompanhado pelos órgãos de saúde estadual e municipal e também pelo Ministério da Saúde. Vale ressaltar que, após recomendação da Anvisa, estão proibidos de pousar no Brasil os voos que saírem ou passarem pelos seguintes locais: África do Sul, Botsuana, Essuatíni, Lesoto, Namíbia e Zimbábue. Os brasileiros que vierem ou passarem por esses territórios deverão permanecer de quarentena por 14 dias na cidade do seu destino final. Também já foi solicitado que Angola, Malawi, Moçambique e Zâmbia entrem na lista de países sujeitos a restrições. A Anvisa reforçou “que realiza a triagem em aeroportos brasileiros desde o início da pandemia, a fim de adotar as ações de prevenção e promoção da saúde nos casos de identificação de viajantes infectados pelo Sars-Cov-2”.





Source link

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui