Às vésperas do Enem, ministro do TCU nega pedido de afastamento do presidente do Inep

0
11


Walton Alencar Rodrigues ainda afirmou que não vê como definir medidas para aumentar a segurança do Enem sem interferir na realização da prova, que ocorre nos dias 21 e 28

Reprodução / TV CâmaraDanilo Dupas é o presidente do Inep

O ministro do TCU Walton Alencar Rodrigues negou neste sábado, 20, o pedido de afastamento do presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Danilo Dupas, um dia antes da realização do Enem. O pedido foi feito por deputados e se deu após 37 funcionários deixarem o órgão no início de novembro e acusarem Dupas de assédio moral. Além disso, os parlamentares também pediram a fiscalização do “processo de elaboração e realização” da prova. “Quanto ao afastamento cautelar do presidente do Inep, não há nos autos, até o momento, indícios de que, prosseguindo no exercício de suas funções, ele possa: retardar ou dificultar auditoria ou inspeção deste Tribunal; causar novos danos ao Erário; ou inviabilizar seu ressarcimento”, analisou Rodrigues em despacho.

O ministro ainda afirmou que não vê como definir medidas para aumentar a segurança e a qualidade das questões do Enem sem interferir na realização da prova, que ocorre nos dias 21 e 28. “A dois dias da data da primeira etapa do exame, espera-se que todo o esquema para aplicação do exame esteja definido e pronto.” No entanto, Rodrigues apontou que levará ao plenário do Tribunal a proposta para analisar se as questões do exame atendem a critérios técnicos e pedagógicos. Além disso, o plenário também deve avaliar se as medidas de segurança adotadas na condução do exame são consistentes e têm sido observadas pelo Inep, conforme diz a decisão do ministro.

*Com informações da Agência Brasil





Source link

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui