Aos 49 anos, Kelly Slater é campeão em Pipeline, na 1ª etapa do Mundial de Surfe

0
29


Foi a oitava vez que a lenda do esporte ganha esta etapa, sendo a primeira em 1992, ou seja, há trinta anos

Brian Bielmann / AFPOnze vezes campeão do mundo, Kelly Slater venceu a etapa de Pipeline da WSL

Campeão mundial de surfe em onze temporadas, Kelly Slater voltou a fazer história neste sábado, 5, ao vencer a etapa do Circuito Mundial em Pipeline, no Havaí – foi a oitava vez que ele ganha, sendo a primeira em 1992, ou seja, há trinta anos. Desta vez, na grande decisão, a lenda da modalidade superou o havaiano Seth Moniz por 18,77 a 12,53. Em um dia marcado por grandes ondas, Slater brilhou ao mandar ótimos tubos, levantar bastante água e empolgar o público, que compareceu em massa. Considerado o maior surfista de todos os tempos, o americano já havia despachado o brasileiro Miguel Pupo, que cometeu uma interferência no início da bateria e deixou o caminho mais fácil para o adversário, na semifinal. Outro brasileiro, Caio Ibelli, também caiu nesta fase e assim como Miguel ficou na terceira posição no evento.

A façanha de Slater foi bastante comemorada pelo surfista, que fará 50 anos na próxima sexta-feira, data que tem início a segunda etapa da temporada, em Sunset Beach, também no Havaí. Nos últimos anos, ele sofreu com algumas lesões e sua última vitória no Circuito Mundial havia sido em 2016, em Teahupoo, no Taiti. O resultado coloca Slater como líder do ranking mundial. Faltam ainda muitas etapas, mas isso talvez faça com que ele repense sua caminhada no Circuito. Assumidamente anti-vacina, ele poderá perder eventos caso continue se recusando a tomar o imunizante contra a covid-19. Na Austrália, por exemplo, ele já foi avisado que não poderá competir caso não mude de postura.

*Com informações do Estadão Conteúdo





Source link